A Dona do Pedaço: Maria da Paz espanca Josiane brutalmente e jovem é salva por Régis

2

Maria da Paz surpreenderá ao “espancar” Josiane, que só será salva quando Régis chegar no local

Maria da Paz (Juliana Paes) não gostou nada de saber que Josiane (Agatha Moreira) armou para faturar com a decoração dos móveis de sua nova mansão em A Dona do Pedaço. A jovem vilã, vale recordar, fez um acordo com a decoradora para superfaturar o valor dos serviços e dividir com a profissional o lucro em cima do que for pago pela mocinha.

“A Josiane pediu comissão para a decoradora. Recebeu dinheiro por fora. Ela comprou aquelas roupas, Maria da Paz. Gastou um dinheirão. Não foi permuta. Foi o dinheiro que pegou de comissão”, revelou Márcio (Anderson di Rizzi) a Maria. “Comissão… comissão de mim? Pegou dinheiro sem eu saber? A Josiane?”, questionará Maria da Paz.

Maria da Paz ligou imediatamente para Josiane e pediu para encontrá-la imediatamente. “Não tem mãezinha. Vai pra casa que eu quero ter uma conversa séria com você”, disse ela à filha no telefone. “Mãezinha, eu não entendi”, respondeu a jovem.”Mãezinha, para de me chamar de mãezinha”, disse Maria da Paz, que foi bastante dura ao encontrar-se com a filha.
Maria da Paz deu um tapão na filha e revelou o motivo de sua indignação. “Comissão da própria mãe? Tinha que dizer pra ela que em vez de ter comissão, ela devia me dar um desconto. Aí sim. Mas não, cê foi falar com ela escondida, pediu comissão. Pegou meu dinheiro sem eu saber. Isso é o mesmo que roubo, Josiane”, disparou Maria.

Ela dará uma verdadeira surra em Josiane a ponto de quase espancá-la na novela das 21h. “Quer saber, Josiane, quer saber? O erro é meu. Eu te mimei demais. Te faltou uma boa sova. Mas ainda é tempo de corrigir o erro. Toma. Toma, pra aprender a não enganar sua mãe”, dirá Maria da Paz à filha.

Régis chegará no momento e flagrará tudo. “O que tá acontecendo aqui?”, questionará ele, que apartará a briga e salvará a enteada-amante. Depois, consolará Maria da Paz, por quem já está se apaixonando de verdade. “Eu não gosto de te ver triste. Gosto de te ver alegre, Maria da Paz, sorrindo. Feliz!”, dirá.

COMPARTILHAR