Caso Vitória Gabrielly: supostos assassinos são encontrados e levados para o IML

1

O casal indicado pelo servente de pedreiro envolvido no sequestro de Vitória Gabriely já foi encontrado pela Polícia Civil de Araçariguama, em São Paulo. De acordo com os oficiais, eles foram ao Instituto Médico Legal (IML) de Sorocaba nesta terça-feira, dia 19 de junho, para colher provas que podem ajudar a solucionar o misterioso crime.

Suspeitos teriam tirado a vida de Vitória Gabrielly, aponta homem preso

Segundo um servente de pedreiro, que deu depoimento à polícia, este casal teria dado carona para ele e Vitória Gabrielly no dia em que a menina desapareceu. O servente afirma ter descido do carro em seu destino e Vitória seguido viagem com o casal. Apesar de ser usuário de drogas e estar desnorteado, o servente jura que a história é verdadeira.

Já o advogado do casal, Jairo Coneglian, afirma que não há provas que apontem alguma culpa pelo sumiço da menina. O casal afirma que nunca deu carona para Vitória Gabrielly e que o servente está mentindo. Na perícia, o veículo que teria sido usado para o sequestro não tinha provas do crime.

Por conta da necessidade e notoriedade da investigação, a polícia pediu à Justiça prorrogação da prisão temporária por mais 30 dias. O pedido foi aceito e a pena decretada. O homem, desnorteado no dia da morte, se apresentou na delegacia e ofereceu seis versões diferentes sobre o crime.

Morte trágica abala o país

Vitória Gabrielly desapareceu de casa quando andava de patins próximo a onde morava. Após oito dias, seu corpo foi encontrado em um matagal, debaixo de sacos de lixo. Um homem que passava pelo local com o seu cachorro sentiu um forte cheiro ruim e encontrou o corpo da menina já em avançado estado de decomposição.

Leia Também

COMPARTILHAR