Digital é achada no patins rosa de Vitória Gabrielly e polícia revela: ‘Assassino é…

32070

Mais um capítulo do caso Vitória Gabrielly ganhou a imprensa nesse final de semana e pode desvendar quem é o seu assassino, como mostra uma matéria do portal de notícias G1. Polícia Civil começou a analisar nesta asegunda-feira (18) as imagens de 10 câmeras de segurança de casas e comércios de Araçariguama (SP) em busca de pistas sobre o caso da menina Vitória Gabrielly, de 12 anos, encontrada morta no fim de semana, após oito dias desaparecida.

Saiba detalhes sobre o crime que chocou o país.

Segundo a polícia, o material deve ajudar os investigadores a refazer o possível percurso da garota entre o ginásio de esporte da cidade até o local onde o corpo foi encontrado, no bairro Caxambu. As imagens obtidas pela polícia ainda não foram divulgadas, pois a investigação está sob sigilo.

PUBLICIDADE

Equipes da polícia voltaram nesta segunda-feira ao local onde o corpo foi encontrado para colher amostrar de galhos das árvores. Também foram localizadas digitais nos patins da menina Vitória.

Por isso, o casal apontado pelo suspeito como responsável por levar a menina dentro de um carro, e que prestou depoimento na semana passada, voltou à delegacia para a polícia colher as digitais e confrontar com as marcas encontradas nos patins.

Na quinta-feira (14), o casal foi liberado e, segundo a polícia, a perícia não encontrou indícios de que a menina Vitória teria sido transportada no carro.

Polícia investiga locais por onde a menina Vitória possa ter passado em Araçariguama

Até a prisão do suspeito, um servente de pedreiro, eram as únicas pistas sobre o desaparecimento da crianças, caso que agora é tratado pela polícia como homicídio.

‘Se tentarem te pegar, você corre’

Em entrevista gravada na sexta-feira (15), um dia antes do corpo ter sido encontrado, a mãe disse que fez alerta à filha.

“Filha, cuidado na hora se te abordarem, se [alguém] te chamar na porta de um carro, você não vai. Se tentarem te pegar, você corre, você grita. Mas se ainda te pegarem, filha, você clama a Deus, que Deus vai cuidar de você.”

Mãe de menina encontrada morta após uma semana desaparecida diz que fez alerta

Sentada na cama da filha, ainda em meio às investigações da polícia e a aflição de não saber o paradeiro dela, Rosana Guimarães contou ter sentido que algo poderia acontecer.

Leia Também

COMPARTILHAR