Em O Outro Lado do Paraíso: Fabiana é humilhada no tribunal e fica na miséria, confira

396

A poucos capítulos de Clara ver que Fabiana descobriu que ela conseguiu tirar as telas de sua casa, que foram doadas a ela por Beatriz, Fabiana chegará em Palmas casada com Renato e irá até a casa de Clara confrontá-la. Ela tentará negociar sem sucesso com a mocinha, que tomará atitude confrontando ela no tribunal depois que ela conseguir bloquear seus bens.

Confiante de que conseguirá recuperar tudo que para ela (Fabiana) é de direito, a megera irá detonar Clara e acusá-la de ter roubado os quadros que seriam de direito dela. “Perdão, senhor juiz, mas as telas foram tiradas da minha casa. Acuso Clara Tavares de furto igualmente”, acusará Fabiana. Clara se defende e diz que não roubou nada, que as telas eram dela.

Diante do tumulto, o Juiz ordena que todos se calem, e continua verificando os fatos. Ele então prossegue: “Dona Fabiana, reconhece essa assinatura como sendo a de sua avó?”, pergunta o juiz. “Reconheço. Nunca tive dúvidas que ela fez a doação. Só que não podia fazer. Estava interditada, em um hospício. Mas senhor juiz, peça para a Clara contar como se apossou das telas”, exige.

Clara conta como tirou as tela da casa de Fabiana, e diz novamente que não é ladra. Renato entra na conversa e diz que Beatriz estava interditada em um hospício. Será neste momento que Patrick trará Hermínia para testemunhar. Quando a mulher entra, Patrick sorri, e então ela começa a dar seu depoimento.

“Dona Beatriz sempre esteve mentalmente sã. Mesmo sem tomar os remédios. Certa vez ela confessou que não fazia uso deles. Eu tenho os registros com as datas das avaliações. Entreguei todos ao então diretor da instituição. Eu queria que dona Beatriz voltasse pra casa, que fosse feliz”, dirá a Hermínia.

E Patrick finaliza e mostra documentos que provam que Fabiana fazia depósitos para poder manter Beatriz internada, mesmo mentalmente sã. O advogado ainda diz que denunciará Fabiana por ter mantido a tia em cárcere privado, e cita o diretor que recebia os depósitos que já está preso, lugar para onde Fabiana também deveria ser mandada.

Renato fica apavorado, e tenta pedir um recesso, mas o juiz não permite e diz que já tomou sua decisão.

“Atesto que Beatriz de Sá Junqueira estava mentalmente sã quando doou as telas para Clara Tavares. Declaro o direito de Clara Tavares a sua fortuna. Todos seus bens estão desbloqueados”, para alegria de Clara, e continua dirigindo-se a Fabiana, que fica assustada…“Agradeça não sair daqui presa, para responder sobre a internação de sua própria avó, para se apoderar de sua fortuna. Mas além disso será julgada. Em todo caso, permita-me uma observação particular. Dona Fabiana, a senhora me enoja”, e encerra.

Por essa Fabiana e Renato não esperava! Na miséria, Renato passará um inferno agora casado com a megera.

Deixe uma resposta

COMPARTILHAR